Sábado, 30 de Agosto de 2008

Pensamento profundo do dia - Sabias que...

"Um dia, nós mudaremos o mundo... ou já o estamos a fazer".

  • Sabias que quando invejas alguém, é porque na verdade gostas dessa pessoa?
  • Sabias que aqueles que parecem ter um coração muito forte, são na verdade fracos e mais susceptíveis?
  • Sabias que aqueles que passam o seu tempo protegendo os outros são aqueles que na verdade precisam que alguém os proteja a eles?
  • Sabias que as três coisas mais difíceis de dizer são “Amo-te”, “Desculpa” e “Ajuda-me”?
  • As pessoas que dizem isso realmente sentem necessidade disso ou sentem-no, e são aqueles que realmente precisas de valorizar, porque o disseram.
  • Sabias que aquelas pessoas que se ocupam servindo de companhia para alguém ou ajudando os outros, são aqueles que realmente precisam de companhia e ajuda?
  • Sabias que aqueles que se vestem de vermelho são os que têm mais confiança em si próprios?
  • Sabias que aqueles que se vestem de amarelo são aqueles que apreciam a sua própria beleza?
  • Sabias que aqueles que se vestem de preto, são aqueles que querem passar desapercebidos e precisam da tua ajuda e compreensão?
  • Sabias que quando ajudas alguém, que a ajuda retorna a ti a duplicar?
  • Sabias que aqueles que necessitam mais da tua ajuda são aqueles que menos o mencionam?
  • Sabias que é mais fácil dizeres o que sentes escrevendo do que dizê-lo cara a cara? Mas sabias que tem mais valor quando o dizes na cara?
  • Sabias que o mais difícil para ti fazeres ou dizeres é mais valioso de que algo que vale muito dinheiro?
  • Sabias que se pedires algo com muita fé, os teus desejos estão garantidos?
  • Sabias que podes tornar os teus sonhos realidade, tal como apaixonares-te, tornares-te rico, saudável? Se o pedires com fé, e se realmente souberes, ficarás surpreso com aquilo que consegues fazer.
  • Mas não acredites em tudo que te digo, até que o tentes por ti mesmo, se souberes de alguém que precisa de algo que mencionei, e souberes que podes ajudar, verás que serás recompensado a duplicar.
  • Sabias que poderás sempre contar comigo? No momento, tempo e lugar que me necessitares, eu estarei lá para ti!
 
A bola está agora no teu campo... Se o mundo acabasse daqui a 24horas, todas as linhas telefónicas, chat rooms e e-mails estariam saturados de pessoas enviando mensagens aos outros, dizendo "Arrependo-me de te ter magoado", "Perdoa-me", "Amo-te", "Tenho-te em grande estima", "Toma conta de ti" e também, "Eu sempre te amei, mas nunca to disse".
 
Hoje, a bola da AMIZADE está no teu campo, manda isto para aqueles que são realmente teus amigos (incluindo a mim, se sou um deles). 
Não te sintas mal, se ninguém te reenviar isto, saberás que terás de guardar a bola para as pessoas que mais a querem.
 
 
Fonte: Recebido por e-mail.
 
Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

Pensamento profundo do dia - A valorização profissional começa em casa...

“Não se preocupe por não poder dar aos seus filhos o melhor de tudo...

Dê a eles o seu melhor.”

Autor desconhecido


Certo dia, uma mulher chamada Anne foi renovar a sua carta de condução. Quando lhe perguntaram qual era a sua profissão, ela hesitou. Não sabia bem como se classificar.
O funcionário insistiu: "O que eu pergunto é se tem um trabalho."
"Claro que tenho um trabalho", exclamou Anne. "Sou mãe."
"Nós não consideramos isso um trabalho. Vou colocar dona de casa", disse o funcionário friamente.

 
Uma amiga sua, chamada Marta soube do ocorrido e ficou pensando sobre isso por algum tempo. Num determinado dia, ela encontrou-se numa situação idêntica. A pessoa que a atendeu era uma funcionária de carreira, segura, eficiente. O formulário parecia enorme, interminável. A primeira pergunta que ela lhe pôs foi: "Qual é a sua ocupação?" Marta pensou um pouco e, sem saber bem como, respondeu:
"Sou doutora em desenvolvimento infantil e em relações humanas".
 
A funcionária fez uma pausa e Marta precisou repetir pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas. Depois de ter anotado tudo, a jovem ousou indagar; "Posso perguntar, o que é que a senhora faz exactamente?"
Sem qualquer traço de agitação na voz, com muita calma, Marta explicou: "Desenvolvo um programa a longo prazo, dentro e fora de casa."

Pensando na sua família, ela continuou: "Sou responsável por uma equipa e já recebi quatro projectos. Trabalho em regime de dedicação exclusiva. O grau de exigência é de 14 horas por dia, às vezes até 24 horas."
À medida que ia descrevendo as suas responsabilidades, Marta notou o crescente tom de respeito na voz da funcionária, que preencheu todo o formulário com os dados fornecidos.

Quando voltou para casa, Marta foi recebida pela sua equipa: uma menina com 13 anos, outra com 7 e outra com 3. Subindo ao andar de cima da casa, ela pôde ouvir o seu mais novo projecto, um bebé de 6 meses, que testava uma nova tonalidade de voz.
Feliz, Marta tomou o bebé nos braços e pensou na glória da maternidade, com as suas multiplicadas responsabilidades. E horas intermináveis de dedicação... "Mãe, onde está meu sapato? Mãe, ajudas-me a fazer o TPC? Mãe, o bebé não pára de chorar. Mãe, vais-me buscar à escola? Mãe, vais assistir ao meu recital de dança? Mãe, compras-me aquilo? Mãe..."

Sentada na cama, Marta pensou: "Se ela era doutora em desenvolvimento infantil e em relações humanas, o que seriam as avós?" E logo descobriu um título para elas: “Doutoras sénior em desenvolvimento infantil e em relações humanas”. As bisavós, “Doutoras executivas sénior”. As tias, “Doutoras assistentes”. E todas as mulheres, mães, esposas, amigas e companheiras:
“Doutoras na arte de fazer a vida melhor”.

Num mundo em que se dá tanta importância aos títulos, em que se exige sempre maior especialização, na área profissional, torne-se um(a)
 
“Especialista na arte de amar”.
 
Mostre esta mensagem a todas as mulheres... Mostre-lhes que existe sempre “um tempinho” no qual você estará pensando nelas...
 
Faça uma mulher feliz... Hoje...
E sempre!
 
E principalmente...
SEJA FELIZ VOCÊ TAMBÉM!
 
Fonte: Apresentação pps recebida por e-mail.
 

Recados e Imagens - Pais e Filhos - Orkut
Recados, Gifs e Imagens no Glimboo.com

Sábado, 16 de Agosto de 2008

Coisas que amo: Reach - Gloria Estefan (Jogos Olímpicos, Atlanta, 1996)

Como estamos numa época de Jogos Olímpicos, apesar da polémica por se realizarem na China, nunca é demais lembrar algo de jogos anteriores que gostámos.

Há músicas que nos causam arrepios, que nos deixam muito felizes e sedentos de sermos melhores. Este é um desses temas. Gloria Estefan cantou esta fantástica música na sessão de abertura dos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996.

No final da página do blog, coloquei uma outra versão que encontrei no You Tube, com legendas em português e com imagens seleccionadas para motivação. Espero que gostem desta música tanto como eu e também se sintam motivados a ultrapassar as dificuldades.

A qualidade do vídeo não é muito boa, mas o que conta é a maneira como usamos a sua mensagem.

 


Gloria Estefan Lyrics

Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008

Pensamento profundo do dia - Fácil e difícil...

Fácil é ocupar um lugar na agenda telefónica.
Difícil é ocupar o coração de alguém.

 

Fácil é julgar os erros de outros.
Difícil é reconhecer os nossos próprios erros.

 

Fácil é ferir quem nos ama.
Difícil é curar essa ferida.

 

Fácil é perdoar a outros.
Difícil é pedir perdão.

 

Fácil é exibir a vitória.
Difícil é assumir a derrota com dignidade.

 

Fácil é sonhar todas as noites.
Difícil é lutar por um sonho.

 

Fácil é orar todas as noites.
Difícil é encontrar Deus nas pequenas coisas.

 

Fácil é dizer que amamos.
Difícil é demonstrá-lo todos os dias.

 

Fácil é criticar os demais.
Difícil é melhorar-nos a nós mesmos.

 

Fácil é pensar em melhorar.
Difícil é deixar de pensá-lo e realmente fazê-lo.

 

Fácil é receber.
Difícil é dar.

 

Mostra isto a todos aqueles que aprecias e amas de verdade.

 

FÁCIL É LER ESTE POST.
DIFíCIL SERÁ MOSTRÁ-LO.

 

Fonte: Recebido por e-mail.

Sábado, 9 de Agosto de 2008

Frustração do dia - "Nunca faças aos outros aquilo que não gostarias que te fizessem"...

Sempre me ensinaram que a nossa liberdade termina no momento em que interferimos com a liberdade dos outros. "Nunca faças aos outros aquilo que não gostarias que te fizessem", é o meu lema.

 

Em todos estes anos de liberdade, este povo não aprendeu que o respeito pelos outros é a base da confiança e das boas relações. Perdeu-se o respeito por tudo. Deixou de haver respeito pelos pais, pelos professores, pelos mais velhos e pela autoridade. Às vezes parece que se vive numa anarquia em que cada um faz o que quer e todos sabemos onde isso conduz: a governos repressivos e ditaduras.

 

A propósito dos crimes violentos (que têm aumentado recentemente), como o recente assalto ao BES que culminou na morte de um dos assaltantes e ferimentos graves no outro (ambos brasileiros), há pessoas que acham que estamos a tornarmo-nos xenófobos, pelo desfecho que teve este assalto. Há quem ache também que os criminosos são quase todos estrangeiros e que antes de termos cá imigrantes não havia crime em Portugal!

O que é um erro crasso.

 

Sempre houve crime em Portugal, só que agora adaptou-se às circunstâncias. Há cada vez mais estrangeiros no nosso país, explorados e com condições de vida deploráveis, pelo que não admira que muitos deles importem o crime a que estão habituados nos seus países, nomeadamente os assaltos a bancos, os sequestros e a extorsão.

 

Os assaltantes, ladrões e criminosos são criados por circunstâncias específicas: pobreza e miséria, falta de instrução, falta de acompanhamento dos pais, ou apenas falta de carácter e de escrúpulos... E isso há em todos os países e todas as nacionalidades. Só que em certos países em que a pobreza grassa (como o nosso), isso tornou-se muito mais evidente entre os imigrantes que são muito mais explorados.
 

Não sou apologista de prender os miúdos em casa e dar-lhes a educação que os nossos pais e avós tiveram. Mas um meio-termo seria o ideal. Aquilo a que assistimos é apenas um reflexo na nossa vida de vários factores, entre eles:

  • o aumento da liberdade;
  • a deficiência que certas pessoas têm em fazer uso dela;
  • a falta de valores; 
  • a falta de acompanhanento às crianças;
  • a educação demasiado permissiva.

 

Cá em casa, temos tido uma vida difícil mas não andamos para aí a assaltar bancos. Eu e o meu marido, estivemos os dois desempregados ao mesmo tempo, mas não sequestramos pessoas, para tentar fazer uma fortuna sem trabalhar.

 

Sempre tive uma vida de dificuldades e com pouco dinheiro. Recentemente tive duas tendinites em ambos os ombros, ambas consideradas doença profissional devido ao trabalho que executava e, depois de 8 anos, fui despedida quando estava de baixa. Mas não desisti. Depois de muita fisioterapia e sofrimento, 70 currículos enviados e muitas dificuldades, arranjei trabalho.

 

O meu marido ficou sem trabalho depois de 17 anos numa empresa em que os administradores desapareceram e venderam a sua participação nessa empresa por 1 EURO! Após 2,5 anos, ainda está à espera da resolução no Tribunal do Trabalho e não viu um cêntimo do que lhe deviam!

 

Tenho um filho de 15 anos que vai agora para o 10º ano: tenho que o sustentar, dar-lhe educação, acabar de criá-lo e espero que ele vá para a universidade quando chegar a altura. Mas não vou roubar para que ele o faça. Que espécie de pais seríamos e que exemplo lhe daríamos, se fôssemos criminosos? Tentamos acompanhá-lo o melhor que podemos, ensiná-lo a defender-se do mundo e dar-lhe a educação que é essencial para levar uma vida honesta e íntegra.

 

O resto é com ele, é algo que vem de dentro, o seu carácter. E, pelo que conheço dele, vai ser como os pais: íntegro e honesto. Que pena que grande parte dos pais (em todo o mundo) se descartem daquilo que é fundamental: ensinar os seus filhos e dar-lhe educação.

 

 

Vê este vídeo e persegue os teus sonhos!

.Quem é esta criatura?

» Politica de Privacidade


.Pesquisar nesta barbaridade

 

.Abril 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30

.Desabafos recentes

. Vídeo do dia - Ontem, dia...

. Bem-vinda Primavera, que ...

. O Plano D...

. Pensamento profundo do di...

. Politica de Privacidade

. Pensamento profundo do di...

. Um Feliz Natal para todos...

. Pensamento profundo do di...

. Pensamento profundo do di...

. A felicidade, somos nós q...


.Desabafos arquivados

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Janeiro 2008

.Disto é que eu gosto!

. Espirrar em triplicado...

. Borboleta

. Jovens Mandarins com apen...

. Periquito bébé - Abril de...

. Madruga e verás, Trabalha...

. Vídeo do dia - Star Wars....

. Vídeo do dia - Uma gata q...

. Fantásticas imagens de ca...

. Ideias bizarras, úteis, i...

. O "jet-set" moçambicano -...

.tags

. todas as tags


Spread the Recycling Message

.Ligações perigosas

blogs SAPO